Volkswagen despede-se das caixas manuais em 2030

Depois de vários rumores nesse sentido, a Volkswagen parece já ter tomado a decisão: o principal construtor automóvel alemão deverá deixar de fabricar ou comercializar caixas de velocidades manuais, a partir de 2030.

 A notícia é avançada pelo site alemão Auto Motor und Sport, recordando a transição para a Mobilidade Elétrica que o Volkswagen Group tem vindo a realizar, e que prevê que o construtor entre em 2030, com uma gama europeia composta exclusivamente de modelos elétricos.

Quanto à decisão de acabar com as transmissões manuais, a publicação afirma que esta decorre, precisamente, da transição para a Mobilidade Elétrica, uma vez que os veículos elétricos não necessitam deste tipo de solução tecnológica.Ainda de acordo a Auto Motor und Sport, a próxima geração do SUV Volkswagen Tiguan, esperada para 2023, já não deverá contar com caixa manual, optando, em inclusivo, por transmissões automáticas. Sendo que o mesmo deverá acontecer com o Passat, que também em 2023 receberá um restyling.

Contudo, esta decisão não afectará apenas a marca Volkswagen, mas todas as restantes marcas do grupo, garante a publicação. Algo que não deixará de causar alguma desilusão, em particular, entre os fãs dos modelos mais desportivos de todo o grupo, particularmente valorizados com as suas transmissões manuais.

Aliás, entre estes modelos, destaca-se, desde logo, o Volkswagen Golf R, modelo que tem na base um quatro cilindros 2,0 litros Turbo a anunciar, com a sua caixa manual de seis velocidades, 320 cv de potência e 380 Nm de binário. Com a versão com caixa DSG a anunciar a mesma potência, mas também mais 20 Nm de binário.

A par destes argumentos, a presença de um sistema de tracção integral 4Motion, assim como um sistema de vectorização de binário no eixo traseiro e um inovador Modo Drift.

 

 

Pesquisa rápida