Descida extraordinária do imposto sobre combustíveis vai-se prolongar

A descida extraordinária do imposto sobre combustíveis ia terminar a 31 de janeiro. Agora o Governo decidiu prolongá-la, em vigor desde novembro, o «desconto» de um cêntimo no gasóleo e dois cêntimos na gasolina resultante da descida extraordinária do imposto sobre combustíveis deveria terminar a 31 de janeiro. Contudo, numa entrevista dada ao ECO, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, revelou que o Governo decidiu renovar a portaria que estabelece esse desconto. Isto quer dizer que, ao contrário do que estava inicialmente definido, este desconto vai manter-se em vigor para lá do dia 31 de janeiro. Quanto tempo mais o Governo ainda não se pronunciou, mas tudo indica que esta descida do imposto sobre combustíveis se mantenha por mais três meses. 


Pesquisa rápida